segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Homem nu invade palco durante premiação na Irlanda do Norte

Do G1, em São Paulo
Um homem nu invadiu o palco durante a premiação europeia do canal MTV (EMA), que foi realizada no domingo (6) em Belfast, Irlanda do Norte. A atriz Hayden Panettiere estava prestes a apresentar o prêmio de melhor música quando o homem misterioso apareceu nu no palco.

domingo, 6 de novembro de 2011

Repórter cinematográfico foi atingido por um tiro de fuzil na favela Antares, zona oeste da cidade

Com invasão de homem nu, líder Bayern espanta zebra e bate lanterna Augsburg

Do UOL Esporte
Em São Paulo
A zebra quase apareceu no duelo entre o melhor e o pior do Campeonato Alemão. Em partida marcada pela invasão de um homem nu nos minutos finais, o Bayern de Munique tinha o controle do jogo e chegou a fazer 2 a 0 no lanterna Augsburg. Mas o rival ‘renasceu’ na etapa final, diminui e criou boas chances. Apesar do susto, o time de Munique ganhou por 2 a 1 e se manteve com folga na liderança.

O mundo dos jornalistas

Muito se fala sobre a imprensa, mas pouco se conhece sobre o trabalho do jornalista. Visando preencher essa lacuna, a antropóloga Isabel Travancas faz um mergulho nas redações de jornais, rádios e TVs para acompanhar repórteres desde sua chegada ao trabalho até a produção da notícia. Nesse percurso, descortina uma carreira que, para muitos, é cheia de glamour e ligações com o poder, mas, na realidade, exige devoção extrema dos profissionais que a ela se dedicam. Recheado de depoimentos de jornalistas iniciantes e de veteranos como Janio de Freitas e Zuenir Ventura, o livro O mundo dos jornalistas (168 p., R$ 40,90), lançamento da Summus Editorial, em edição revista, mostra que a profissão de repórter demanda, ao mesmo tempo, habilidade de correr contra o relógio, capacidade de gerenciar o estresse e, acima de tudo, paixão pelo que se faz. “É uma reedição com sabor de primícias, um observatório que vale a pena compartilhar”, afirma o jornalista Alberto Dines, que assina o prefácio do livro. Para ele, a obra oferece um olhar sobre um recanto muito especial da sociedade moderna, onde a realidade transforma-se em notícia e o relato do acontecido em nova realidade.
Pioneiro na abordagem do tema, o livro, já consagrado nos cursos de comunicação, revela a identidade do jornalista, traçando o perfil dessa profissão que está entre as mais disputadas do vestibular. A partir de uma pesquisa antropológica, realizada no início da década de 1990, a autora discute em que medida essa relação com a profissão é fundamental para o grupo estudado, de que forma ela se dá e como esses indivíduos se veem na sociedade. “Ao longo desses anos, o livro ganhou vida própria e tem me proporcionado importantes encontros e discussões”, afirma a autora. Na sua avaliação, a obra é o retrato de um grupo profissional em um importante momento de transição do século XX.
Essa quarta edição da obra traz novas informações a respeito dos jornalistas, da redação e das rotinas do século XXI, já com a presença inexorável dos computadores e da Internet na vida desses profissionais, além das notas de atualização nas entrevistas dos veteranos. Ao longo da obra, a autora apresenta as distinções que percebeu entre os entrevistados e mostra também a imagem que a sociedade tem do jornalista, que oscila entre o herói e o bandido. “Ou ele é visto como alguém com prestígio e poder, ou é tido como um marginal ou mesmo um elemento perigoso”, complementa. Para ela, os jornalistas estabelecem uma relação bastante específica com sua ocupação, o que não ocorre com outros profissionais.
No primeiro capítulo, “Os habitantes da redação”, a autora apresenta o profissional e seu local de trabalho. Utilizando a ideia de separação entre casa e rua, faz uma descrição sucinta do dia a dia de um repórter de jornal, destacando que os jornalistas não são donos do seu tempo. A vida diária de um repórter é o tema do segundo capítulo, em que a autora se aproxima do jornalista, acompanhando seu dia a dia, para apreender o funcionamento, as rotinas e as semelhanças na vida de cada um.
No capítulo “Os eternos jornalistas”, a antropóloga dedica-se ao grupo de jornalistas com mais de vinte anos de carreira, que, nos depoimentos, contam um pouco de sua história de vida, do porquê da escolha dessa profissão e suas consequências. Eles falam ainda sobre a importância dessa atividade, que gerou um estilo de vida e uma visão de mundo muito próprios.
Depois de analisar jornalistas mais experientes, a autora estuda, no quarto capítulo, os jovens jornalistas. Na sua avaliação, os dois grupos apresentam distinções causadas principalmente pelos diferentes momentos em que se encontram em suas trajetórias de vida. Mostra que ambos dão enorme ênfase à carreira, sendo categóricos ao afirmar que sua identidade social se define pelo ser jornalista.
No último capítulo, a autora apresenta os dados obtidos ao longo de sua pesquisa, além de uma discussão sobre as fronteiras entre o público e o privado. Com base nesses elementos, constrói a identidade social do jornalista.
A autora
Isabel Travancas é jornalista pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), mestre em Antropologia Social pelo Museu Nacional/UFRJ e doutora em Literatura Comparada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pós-doutora em Antropologia pelo Museu Nacional/UFRJ, é autora de O livro no jornal (Ateliê, 2001) e Juventude e televisão (FGV, 2007). É ainda organizadora de Novas seletas – Lima Barreto (Nova Fronteira, 2004) e Antropologia e comunicação (Garamond, 2003, com Patrícia Farias).
Título: O mundo dos jornalistas - 4ª edição revista
Autora: Isabel Travancas
Editora: Summus Editorial
Preço: R$ 40,90
Páginas: 168
ISBN: 978-85-323-0655-5
Atendimento ao consumidor: 11-3865-9890
Site: www.summus.com.br
Mais informações com Ana Paula Alencar
11-4787-1322
11-9771-7336
Skype: anapealencar
Twitter: @anapaula_press

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Avenida Norte Sul será licitada dia 17


O Residente de Rolim de Moura e região, Edmar Dias Ferraz, do Departamento de Estrada e Rodagens-DER, disse nesta quinta-feira, 27, na sala de imprensa da Prefeitura de Rolim de Moura, que o governo do estado realizará no próximo dia 17 de novembro, a licitação para a contração de empresa, que fará a recuperação da Avenida Norte Sul, saída para Santa Luzia do Oeste.

Esta ação é resultado de um acordo firmado entre o Prefeito de Rolim de Moura, Tião Serraia e Governo do Estado Confúcio Moura. Onde foi anunciado pelo o governador no dia 5 de agosto, durante as festividades referentes ao aniversario do município.
De acordo com o Prefeito Tião Serraia, a responsabilidade pela execução do trabalho de recuperação e restauração da Avenida é do governo do estado que se comprometeu em ajudar o Município, garantindo a recuperação da Avenida Norte Sul desde a rotatória do centro até a entrada da cidade, saída para Santa Luzia. Disse ainda que nos próximos dias, a prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos – Semosp fará um serviço de recuperação com terra dos trechos mais afetados, com objetivo de minimizar o problema até que o processo do Estado seja concluído.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

RÁDIO PLANALTO DE NOVO HORIZONTE REALIZA EVENTO SOCIAL EM ROLIM DE MOURA

ARQUIVO, 24 de abril, 2011
Mais de mil crianças, assim foi o primeiro Rádio Planalto Social de Páscoa, realizado pela a rádio Planalto FM de Novo Horizonte do Oeste na manhã deste sábado 23 no bairro centenário em Rolim de moura.
O evento aconteceu na sede da associação de moradores do bairro centenário, com muita animação, muitas brincadeiras, distribuição de brindes, ovos de chocolates e uma maciça participação dos moradores locais e de outros bairros vizinhos. Participaram da festa toda a equipe da rádio Planalto e voluntários, mais as autoridades locais e a presença do Senador Ivo cassol que também apoiou o evento.
Para Karine Cassol diretora geral do Sistema Plansol de Comunicação, o evento foi um sucesso acima das expectativas, ela aproveitou para agradecer a todos pela organização e empenho em prol do bem estar das crianças do bairro, dando a elas um dia de muita alegria e união. O gerente da rádio Joceir Gonçalves o popular “Bolivia”, também fala do sucesso do evento e convida a todos para participar do próximo evento da rádio, será o primeiro Festival Gospel no dia 21 de maio em Novo Horizonte e as inscrições já estão abertas pela rádio Planalto.